Soja: chuvas causam abandono de 37 mil hectares e prejuízos de R$ 238 milhões em Mato Grosso

As chuvas ocasionaram prejuízos consideráveis aos sojicultores do Estado na atual safra. De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), com os elevados volumes pluviométricos foram abandonados 25,8 mil hectares na região Oeste e mais 11,6 mil na região Noroeste, totalizando 37,4 mil em Mato Grosso.

O quarto levantamento de safra do Imea cita ainda que o excesso de chuvas gerou um impacto produtivo no Estado de 224 mil toneladas. Segundo o instituto, aproximadamente R$ 238,3 milhões “deixaram de girar na economia de Mato Grosso”.

Apesar dos prejuízos pontuais, a colheita da safra 16/17 está na reta final, com 88,17%, e há expectativa de boa produtividade no Estado. Conforme o Imea, ao ser analisada a produtividade de cada região se percebe uma grande discrepância em relação ao cenário do ano passado.

“Neste ano, a região Médio-norte apresenta a maior produtividade, enquanto o Oeste registrou um leve recuo anual, em reflexo ao excesso de chuva que prejudicou algumas lavouras nesta safra. De maneira geral, a diferença entre a região a apresentar a maior e a menor produtividade foi de apenas 2,6 sc/ha na safra 2016/17, contra a grande diferença de 8 sc/ha em 2016”.  

No último levantamento de safra, o Imea estimou que Mato Grosso produzirá 31 milhões de toneladas de soja, com produtividade média de 55,06 sacas por hectare e área plantada de 9,3 milhões de hectares.